Imagem de Paz!

Imagem de Paz!
Foto da cachoeira do Sahy, Mangaratiba, RJ

sexta-feira, 25 de junho de 2010

O ministério de Coate – Uma palavra às nossas lideranças. Por Pr. Israel Gomes


(Primeira Parte)


O Livro de Gênesis apresenta Deus escolhendo um homem (Abrão) para formar um povo diferente dos que existiam naquela época. Através dessa escolha, Deus promete a Abraão que de sua semente, sairia um povo tão grande que exaltaria o seu nome diante de toda a terra. Abraão gerou a Isaque que gerou a Esaú e a Jacó. Deste último, contra todas as previsões, Deus deu cumprimento à promessa feita a Abraão, dando a este 12 filhos que se tornaram as doze tribos de Israel.
Dessas doze tribos, Deus separou apenas uma para si. Não que ela fosse a melhor, mas aprouve a Deus, em sua infinita sabedoria, separar uma tribo em especial para o serviço religioso da nação. Dessa tribo sairia todos os sacerdotes e os condutores da nação, mesmo que os reis falhassem essa tribo não poderia falhar jamais, pois, seriam os representantes dele e administraria todas as coisas que a Ele fosse oferecida e consagrada.

Lendo o livro de números no capítulo 4, vemos claramente que os levitas tinham funções específicas no tabernáculo. Vejamos algumas características gerais da tribo de Levi:

- Não foi contada junto com as outras tribos quando Moisés organizou os exércitos de Israel, por ordem de Deus. - Só Foi contada, à parte, não podendo guerrear como as demais tribos irmãs; (Nm 2:47-49))
- Foi determinado que os levitas servissem a Arão e a seus filhos (Nm 3.5);
- A tribo de Levi era formada pelos descendentes de seus três filhos: Gerson, Coate e Merari. (Nm 3:17)
- Moisés e Arão eram descendentes de Coate (Ex. 6:14-25);


Enquanto que as outras 11 tribos receberam a posse da terra de Canaã, à linhagem Levítica foi dada uma bênção diferente: Administrar as coisas de Deus. (Nm 2:50, 18:21-23)

Quando das instruções sobre a divisão da terra prometida, esse povo não participou diretamente das bênçãos dos demais. (Nm 18:20)

A esta tribo foi dado o direito a tudo que fosse ofertado e dizimado. Não poderiam se ocupar com nada mais a não ser o trabalho das coisas santas.

A tribo de Levi, como se sabe, era formada pelos descendentes de Gerson (os gersonitas), de Coate (os coatitas) e de Merari, (os meraritas). (Nm 3:17)

Quando Deus determinou a construção do Tabernáculo colocou sob a responsabilidade desses três grupos, o trabalho para que o culto fosse brilhantemente celebrado:

Os Gersonitas foram encarregados de levar as cortinas do tabernáculo, a tenda da congregação, a sua coberta, a coberta de peles de animais marinhos que o recobria, o reposteiro da porta da tenda da congregação, as cortinas do pátio, o reposteiro da porta do pátio que rodeava o tabernáculo, o altar, as cordas e todos os utensílios usados no seu serviço. (Nm 4:24-27); Itamar o filho de Arão era o supervisor desses levitas.

Os Meraritas eram encarregados das tábuas do tabernáculo, os varais, as suas colunas e as suas bases, as suas estacas, as suas cordas e todos os utensílios usados no serviço, tudo era cuidadosamente nomeado. Era também de Itamar a supervisão desses servidores.

Os coatitas eram responsáveis pelo cuidado das coisas santíssimas. (Ora no tabernáculo tudo era santo, mas algumas coisas eram consideradas santíssimas). Os filhos de Arão eram os responsáveis por cobrir tudo que era usado dentro do tabernáculo e os coatitas os transportavam. A descrição detalhada de tudo o que havia sob os cuidados dos coatitas está em Nm 4: 4-15. Apesar de terem a incumbência das coisas mais valiosas da vida de Israel, eles não podiam tocá-las.

Vejam que todos eram levitas, todos deveriam ser santos, todos faziam coisas honrosas dentro naquele povo peculiar de Deus, mas o que me intriga é como deveriam fazer tais coisas.

Quando cada príncipe de uma tribo vinha trazer ofertas para o trabalho no tabernáculo, todos traziam o seu melhor e os administradores desses bens eram exatamente os filhos de Levi. Essa era a sua porção! (Nm 18:20),Veja o que diz Jeremias em Lm 3:24 “A minha porção é o Senhor”.

O trabalho não era nada fácil e Deus sabia disso, tanto é que Determinou a Moisés alguns cuidados com seus servidores:
Moisés deu aos gersonitas, dois carros e quatro bois a fim de transportar o material que estavam sob sua responsabilidade. (Nm 7:7)
Aos Meraritas foram dados igualmente 4 carros e oito bois segundo o seu serviço. (Nm 7.8)

O impressionante é que aos filhos de Coate não lhes fora dado nada.

Na distribuição das facilidades divina não funciona o adágio popular “Farinha pouca, meu pirão primeiro”. Veja que os coatitas eram os mais achegados aos sacerdotes, as coisas que deveriam transportar eram bem mais preciosas, e, no entanto, Deus não os deu facilidades nenhuma. Por que será?

Deus não deu facilidade para os coatitas sabe por quê?
Veja o que diz o versículo 9. “Porque a seu cargo estava o santuário e o levavam aos ombros" (versão contemporânea), numa versão mais atualizada diz: “Porque a seu cargo estavam as coisas santíssimas e deveriam levá-las nos ombros”.

Amado, as coisas santíssimas eram todas as coisas que adornavam o tabernáculo. Deus determinou o tamanho, tipo de material, a função para cada utensílio do tabernáculo. Eram coisas extremamente preciosas e essas coisas deveriam ser tratadas com todo o cuidado e zelo.
Os coatitas eram considerados por Deus os mais dignos de tal tarefa. Poderia ter usado os filhos de Gerson, ou de Merari, mas foi aos coatitas a quem confiou tamanha responsabilidade. Eles eram o Banco Central de Israel.

Muitas vezes questionamos por quê nosso trabalho é tão difícil e desprovido de privilégios. Quantas vezes ficamos sem entender por que fulano de tal tem acesso a tantas facilidades em seu ministério e para nós é sempre tão difícil. Quer ver um exemplo: Tem gente que vai pra televisão ou rádio, faz uma pregação e alcança milhares de pessoas. Fica conhecido e bem requisitado.
Enquanto isso, outro ministro que chora, que anda em comunidades, que faz tanto pelas pessoas nunca foi visto e nunca foi convidado sequer para um café.

Não estou dizendo com isso que o ministério desses “grandes pregadores” não seja autêntico e nem que são melhores diante de Deus, não... Estou dizendo apenas que, assim como aos coatitas, a missão foi árdua, mas muito importante aos olhos de Deus, assim o meu ou o teu ministério é extremamente importante e precioso diante do Senhor.
Talvez seja por isso que para você o cumprimento seja assim, tão difícil, tão humanamente ingrato, tão sem chamamento de atenção, na escuridão do anonimato, ou do reconhecimento humano.

Quando leio que os Coatitas transportavam tamanha riqueza e, nem sequer podiam olhar para o que transportavam (Nm 4:20), fico pensando em quantas vezes temos feito o mesmo em nossos ministérios.

Hoje o material santíssimo, utilizado pelo nosso sumo-sacerdote Cristo, são as pessoas que o adoram em espírito e em verdade. Sim, essas pessoas são tão preciosas que não nos é dado o direito de transportá-las em “carros de bois” ou em qualquer outro meio de facilidades. Tem que ser no ombro! Não automaticamente, mas pessoalmente, não por meio de ferramentas humanas, mas com mãos calejadas e muitas vezes, cansadas.

As coisas preciosas de Deus devem ser tratadas com zelo e temor. Os coatitas não olhavam para o que transportavam, mas entendiam que era demasiadamente precioso. As pessoas que temos sob nossos cuidados ministeriais são assim, tão preciosas, tão santíssimas ao Senhor que não nos é lícito mirar, olhar ou reparar em suas belezas.

Tenho a consciência que não é o levita que dirige o louvor ou que cuida do templo que é o importante. A importância está nas coisas preciosas de Deus que é cada uma das pessoas que adentram o santuário a fim de ser apresentado a Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.

"São vocês os instrumentos que serão usados pelo Sumo Sacerdote e nos somos os Coatitas... chamados para transportar e nunca nem olhar para o interior do que transportamos." Numeros 7.9

Amém!

20 comentários:

  1. Parabéns meu Irmão Esta msg e tremenda. Obrigando por Nos auxiliar nos ensinos..
    Sou grato pela vida do meu amigos alex Pois foi por ele que conhecir seus trabalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por comentar em meu blog. Fico feliz por poder abençoar vidas e incentivo a continuar divulgando. O meu tempo é tão corrido que quase não tenho tempo para colocar novos textos mas assim que eu puder voltarei a escrever. Estamos preparando um estudo para o Retiro de carnaval 2012 "Restaurando a autoridade espiritual da igreja" Creio que vai ser muito edificante e em breve estará aqui no blog. Paz e fique com Deus!

      Excluir
  2. Estava lendo sobre isso, mas não prestei atenção em tantos detalhes, realmente você está de parabéns, Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  3. GOstei muito do seu estudo porém sentir falta de uma classe de levita que era o "Aronidas", acho que seria bom essa descrição para melhor abençoar o povo de Deus. mais você está de parabéns muito bom o seu conteudo

    ResponderExcluir
  4. Caro irmão, obrigado por comentar e prometo que vou estudar sobre os aronidas e depois falar sobre eles. Entretanto, confesso que minha intenção foi apenas apresentar o trabalho e a responsabilidade dos coatitas, cujo sacerdócio considero ser parecido com o meu trabalho pastoral. Valeu pela dica e continue me ajudando pois é assim que sou abençoado. Paz!

    ResponderExcluir
  5. Mas pelo que sei... Os aronidas eram descendentes de Arão... Mas Arão e Moisés eram descendentes de Anrão que era descendente de Coate que era um dos 3 filhos de Levi. Daí... divisão se baseou nessa primeira informação.
    Os aronidas então são, na verdade, filhos de coate...

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus! como me abençoou este estudo, tremendo! glória a Deus!foi uma grande resposta de Deus para minha vida.

    ResponderExcluir
  7. atravez de sua vida Deus tem abençoado a minha,vou compartilhar o q aprendir c/ o sr

    ResponderExcluir
  8. Tremenda essa palavra, os coatitas não tinham privilegios humanos, mas tinham maior intimidade com Deus... que assim seja em nossas vidas!

    Deus te abençoe e parabéns pelo belo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  9. Deus abençoe ricamente meu irmao, sua publicao é tremenda!!

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus! Eu abri a bíblia hoje e logo caiu no cap 7 de Números. Na verdade eu até quis ler outra passagem, queria procurar algo no Novo testamento. Mas Deus não me permitiu que fizesse isso. Comecei então a ler meio qusem interesse este capitulo, foi quando cheguei ao versículo 9 e não consegui mais sair dali, tive que pesquisar um pouco mais sobre esta ribo e acabei encontrando esta linda mensagem do seu blog que foi usada grandemente para falar ao meu coração! Que Deus continue usando ua vida para transmitir da Sua palavra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, espero que continues buscando na Palavra o alimento para o teu ministério e compartilhe com outros tudo que tens aprendido! Paz!

      Excluir
  11. Meu Irmão DEUS continue te abençoando assim grandiosamente com palavras poderosas, me ajudou muito esta leitura, pois quando leio a Bíblia procuro detalhes que muitas vezes passam desapercebidos, e quando li a respeito de Coate não pude deixar de notar a falta de privilégio do mesmo em relação aos outros e buscando no Google encontrei este texto maravilhoso, até parece que DEUS lhe usou para escrevê-lo sabendo que um dia eu iria chegar até aqui como os outros que leram para ter esta resposta que verdadeiramente não veio de você mas do Espírito Santo de DEUS que com certeza lhe usa poderosamente. Fique com DEUS e a paz do Senhor Jesus Cristo esteja em sua vida. Vou usá-la com sua licença em minha pregação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu amado! Fique a vontade para usar como pregação e, caso, o compartilhe em algum meio eletrônico ou escrito, peço lhe o favor de informar a fonte.
      Que Deus te abençoe sempre!

      Excluir
    2. Como Deus falou ao meu coração através dessa mensagem!!! Glórias a DEUS!!! deus seja louvado pela sua vida, amado irmão. Me ajudou a entender minha chamada, meu ministério. Que o Espírito de Deus sempre encontre no seu coração, liberdade para falar e revelar as verdades das Sagradas escrituras...Que o Senhor Jesus abenloe grandemente sua vida e seu ministério. A paz!

      Excluir
  12. Obrigado pela exortação e encorajamento, foram de grande valia no meu ministério e vida pessoal. Um abraço do seu irmão Congregacional de Manaus.

    ResponderExcluir
  13. Pr. Passei uns dias em Ariquemes, sei que alguns ainda lembram de mim por aí.

    ResponderExcluir
  14. Caro irmão Aldenir, obrigado por comentar a mensagem. É um pena que eu não o tenha encontrado aqui em Ariquemes. Estou residindo em Porto Velho mas sempre que posso vou a Ariquemes onde existe uma igreja abençoada, hoje dirigida pela Missionária Laudicéia, uma grande mulher de Deus. Se passar por aqui, venha tomar um café comigo, na Delegacia Fluvial de Porto Velho (Marinha daqui). Que o nosso Deus abençoe o seu ministério continuamente. Paz!

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Obrigado meu irmão. Ore por nosso ministério e pode compartilhar. Deus te abençoe!

      Excluir

Este comentário não é de responsabilidade do autor do texto, não refletindo a sua opinião.