Imagem de Paz!

Imagem de Paz!
Foto da cachoeira do Sahy, Mangaratiba, RJ

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Uma reflexão sobre o deserto

Mateus 4: 1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. 2 E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome;

O deserto é uma dimensão física mas também espiritual.
Enquanto o deserto físico é medido pela grandeza "espaço", o deserto espiritual pode ser medido apenas pelo "tempo"
Sendo assim, na vida espiritual, não cabe pensar na distância do "meu" ou do "teu" deserto e sim, qual é o tempo deste deserto.

Jesus passou quarenta dias e quarenta noites e, depois, foi provado e consequentemente aprovado.

Desta forma, meu amado irmão, não pense que tal período é o tempo exato para o nosso deserto acabar. Absolutamente, não!

O meu deserto e o teu deserto só acabam quando formos aprovados.
O deserto físico derrota quem nele entra mas o deserto em que o Espírito Santo nos conduz, ainda que "tão" ou mais árduo que o deserto terreno, não derrota ninguém, todos só saem dele, aprovados.
É por isso que só acaba quando passamos, quando vencemos, quando alcançamos a gloriosa presença de Deus.

Tenha uma ótima noite e, se por acaso estás, assim como eu, atravessando um deserto, permita-se ser servido desta palavra de encorajamento,

Que a Paz de Cristo te encha o coração agora e sempre!
Amém!


(Pr. Israel, um Congregacional)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este comentário não é de responsabilidade do autor do texto, não refletindo a sua opinião.